Você está visualizando atualmente Plantas Com Folhas Queimadas Nas Pontas

Plantas Com Folhas Queimadas Nas Pontas

  • Categoria do post:Jardinagem / RDA

plantas com folhas queimadas nas pontas

Você se encantou com as plantas, está começando a escolher as espécies que mais combinam com sua casa. Já achou o melhor local para cada uma delas e até já se acostumou com a rotina de regas e adubação. De repente, você percebe algumas plantas com folhas queimadas nas pontas. Saiba que isso é bem mais comum do que imaginamos, sobretudo porque as razões pelas quais isso acontece são várias.

 As plantas podem ser muito fáceis de cuidar, mas ao mesmo tempo muito exigentes. Se levarmos em consideração que cada uma das espécies tem suas particularidades e necessidades, um erro de manutenção básico pode causar muitos danos. Alguns dias sem água para uma planta Jiboia por exemplo, é bem diferente de alguns dias sem água para um Lírio-da-paz.

Sumário

Plantas com Folhas Queimadas nas Pontas

As razões para que uma planta comece a apresentar as pontas das folhas queimadas são muitas. Vamos ver as principais causas para que você analise individualmente o que pode estar acontecendo com sua planta e fazer um diagnóstico.

São por esses motivos que existem plantas com folhas queimadas nas pontas:

  • Umidade muito baixa
  • Muita água no substrato
  • Água da rega insuficiente
  • Excesso de fertilização
  • Sais acumulados no substrato
  • Queimadura por luz solar
  • Substrato errado

Você pode cortar a parte danificada da folha por uma questão estética, mas nunca corte a parte saudável, pois isso causaria um novo ferimento, o que pode custar um gasto de energia adicional na planta. No entanto, se a folha estiver totalmente seca ou amarelada, pode removê-la sem problemas.

1 – Umidade Muito Baixa

A maioria das plantas que sofrem com a baixa umidade são as plantas tropicais que gostam de calor e umidade. A umidade do ar varia de acordo com a época do ano e também com a localização.

Como nosso país é gigante, cada região possui características únicas. O Centro-oeste por exemplo, assim como alguns estados do Nordeste, são considerados lugares com baixíssima umidade. Entretanto, outras partes do país não estão livres e também sofrem com a baixa umidade em determinadas épocas do ano. Além disso, ambientes com ar-condicionado tendem a ser bem secos.

O que fazer então para aliviar a secura e promover um ambiente mais úmido para as plantas de modo que elas não apresentem folhas ressecadas?

Para aumentar a umidade dentro de casa, a melhor maneira é através de um umidificador de ar. Usar um borrifador nas folhas com jatos em nuvem também ajuda a aliviar a secura, porém o efeito é momentâneo, pois assim que a água evapora, a umidade também some.

Outra providência que pode ajudar a melhorar a umidade é o uso de bacias com água próximo às plantas. Agrupar várias espécies de plantas em um mesmo local também ajuda a criar um ambiente mais úmido. O ideal é que a umidade do ar esteja acima de 60%.

2 – Muita Água no Substrato

É muito fácil errar na quantidade de água e regar demais a planta. O excesso de água junto com outros fatores aumenta ainda mais as chances de pontas secas na folha, pois afeta diretamente as raízes. Por exemplo, um substrato com drenagem ruim não permite que a água escoe adequadamente favorecendo assim o encharcamento no pote.

Além disso, o uso de pratinhos embaixo dos vasos, podem ser algo negativo. Eles precisam ser sempre esvaziados para evitar o contato constante da água com as raízes.

A utilização de argila expandida ou pedras no pratinho é favorável, pois mesmo com água, elas elevam o pote e mantêm essa água mais afastada das raízes. Mas o nível da água deve estar abaixo do nível das pedras.

3- Água da Rega Insuficiente

A falta de água provoca a desidratação da planta. Às vezes, achamos que a rega é generosa, porém dependendo do tipo de vaso e do local escolhido há necessidade de uma maior quantidade de água.

Vasos de barro, por exemplo, são porosos e “chupam” rapidamente a água do substrato. Vaso de cimento, apesar de semelhante ao de barro, retém um pouco mais a água, mas também promove a absorção acelerada da água que está no substrato. Principalmente se compararmos com os vasos de cerâmica esmaltada, porcelana ou de plástico.

Outros fatores que podem retirar rapidamente a umidade do substrato é a incidência direta da luz solar, bem como, o vento constante.

Dessa forma, avalie sua planta, o pote e o local onde ela está. Se você tem uma planta que gosta de maior quantidade de rega e mais umidade no vaso, como as avencas, por exemplo, escolha vasos de plástico. Por outro lado, suculentas que são mais sensíveis à rega podem ficar melhor em vasos de barro.

4 – Excesso de Fertilização

O excesso de fertilização pode danificar rapidamente as raízes da sua planta e provocar inicialmente a queima das pontas das folhas.

Quando existe muita oferta de adubo no solo, há um excesso de salinidade, ou seja, muitos nutrientes disponíveis. Isso faz com que as raízes não consigam absorver nem os nutrientes presentes e nem a água disponível.

Isso pode ser evitado observando alguns pontos que fazem a diferença.

Evite a fertilização no período do inverno quando as plantas diminuem seu desenvolvimento. Além disso, plantas jovens não precisam de fertilização no primeiro ano de vida.

Quanto ao tipo de fertilizante, sempre tenha maior cuidado com os adubos líquidos. Siga as instruções da embalagem à risca e se sua planta for mais sensível, diminua a oferta da quantidade indicada pelo produtor.

Ao primeiro sinal de excesso de fertilizantes, troque o substrato da sua planta. Outra forma de retirar o excesso de adubo é “lavando” o substrato. Leve sua planta para debaixo da torneira e deixe por alguns minutos a água escorrer pelos furos do vaso.

5 – Sais Acumulados no Substrato

O excesso de sais no substrato está ligado também ao excesso de fertilização. No entanto, com o passar do tempo, é comum que o substrato dos vasos se torne concentrado, compactado e os sais provenientes da adubação se acumulem na parte superior. Você vai perceber pois a superfície do substrato fica esbranquiçada. Isso provoca um desequilíbrio nutricional na planta.

As maneiras de prevenir o acúmulo de sais são primeiramente evitando o excesso de adubo e em seguida promovendo o replantio a cada dois ou três anos com a troca de substrato.

6 – Queimadura por Luz Solar

A maioria das plantas precisa da luz solar direta para se desenvolver, porém outras tantas ficam com as folhas queimadas com a luz do sol em abundância.

Pesquise sobre a planta que você quer comprar e saiba qual será o melhor local para ela na sua casa.

7 – Substrato Errado

É importante sempre pesquisar sobre o substrato certo para sua planta. Um erro na escolha do substrato pode afetar o desenvolvimento e levar aos problemas que já citamos anteriormente; desidratação ou excesso de água

A maioria das plantas de interior preferem solos bem drenados, com a presença de areia, que permitem que a água escoe mais rapidamente. Isso protege as raízes de possíveis encharcamentos.

Por outro lado, existem plantas que preferem um solo mais argiloso, que retém mais água.

Nesse sentido, a utilização de um substrato inadequado pode afetar as raízes e prejudicar a transferência de alimento para sua planta, ou pior, interromper o processo constante de hidratação. Isso vai causar muitos problemas, mas você perceberá inicialmente, os sinais de folhas com pontas ressecadas ou amareladas.

Definitivamente, observar e agir rapidamente assim que perceber uma planta com as folhas queimadas é a principal providência para salvá-las e mantê-las saudáveis. Se você tem muitas plantas é indicado manter um calendário de adubação e um diário de cuidados, pois isso facilitará a identificação de possíveis erros na manutenção diária da sua planta.

Veja Também:

Gostou das dicas sobre as plantas com folhas queimadas nas pontas? Compartilhe com alguém que você sabe que também gosta e cultiva muitas plantas. Depois deixe suas estrelinhas abaixo.

Esta publicação Plantas Com Folhas Queimadas Nas Pontas foi referenciada primeiro no blog Terragam.

Visited 2 times, 1 visit(s) today