Você está visualizando atualmente Tillandsia Recurvata: Como Cultivar Dentro De Casa

Tillandsia Recurvata: Como Cultivar Dentro De Casa

  • Categoria do post:Jardinagem / RDA

 Tillandsia recurvata em tronco fino de árvore

Se você está pensando em adicionar uma planta aérea à sua coleção, a Tillandsia recurvata é uma ótima sugestão, principalmente para jardineiros iniciantes. São fáceis de cultivar e não precisam de substrato.

A Tillandsia recurvata é uma epífita, ou seja, é um tipo de planta que cresce sobre outras plantas sem prejudicá-las. Ela é muito boa em se adaptar a condições adversas, como muita luz solar, pouca água e poucos nutrientes.

Sumário

Sobre a Tillandsia Recurvata

A Tillandsia recurvata também é conhecida no Brasil por nomes como Cravo-do-mato, Ninho, Samambaia-de-bola, Barba-de-velho ou Barba-de-bode-pequeno.

Ela pertence à família Bromeliaceae, com mais de 3000 espécies representantes, do qual 40% desse total pode ser encontrado no Brasil. Já mencionamos anteriormente aqui no site sobre várias espécies. Se quiser saber mais, comece por esse artigo sobre os tipos de Bromélias.

Nativa de toda a América tropical, a Tillandsia recurvata é encontrada desde o sul da América do Norte, na América Central e América do Sul. Embora seja nativa no Brasil, ela não ocorre em todas as regiões. Encontra-se, sobretudo, na costa do país, desde o Ceará, no Nordeste, até o Rio Grande do Sul, na Região Sul do país. Além do estado de Minas Gerais.

As raízes da Tilandsia vivem por um período curto de tempo e não possuem estruturas capazes de reter a água absorvida, como ocorre com as orquídeas epífitas, por exemplo. Os pesquisadores acreditam que ela pode ter uma relação especial com micro-organismos, que a ajudam a obter os nutrientes de que necessita, mesmo que não cresça no solo.

Essa espécie de Tilandsia é pequena com apenas cerca de 8 a 12 centímetros de altura e raízes e caules difíceis de ver. As folhas são cinza-prateadas e curvadas para baixo, com pontas pontiagudas. Cada folha tem cerca de 4 a 5 centímetros de comprimento e possuem uma cobertura fina e semelhante a papel ao redor da base da folha.

Sua inflorescência cresce acima das folhas e possui pequenas flores roxo-rosadas menores que a base da folha. As sépalas, que são a parte externa da flor, têm cerca de 2cm, e as pétalas são de cor púrpura clara.

Cada planta gera apenas uma floração e depois surgem as brotações laterais que darão início a uma nova planta.

Como Cuidar da Tillandsia recurvata

Mantenha sua planta em locais com muita luminosidade e regue esporadicamente. Embora seja uma planta resistente, a Tilandsia requer alguma atenção.

Luz e Temperatura

A Tillandsia recurvata é uma planta resistente que suporta variações de luz e temperatura. Prefira o cultivo em locais com bastante luz, porém sombreados. Entretanto, ela se adapta com facilidade quando cultivada em ambientes mais ensolarados.

Embora seja uma planta rústica, com grande capacidade de adaptação, os extremos podem afetá-la. Se você pretende cultivar sua Tilandsia em varanda, por exemplo, ou jardim, evite as geadas. Além disso, temperaturas acima de 39° C podem causar estresse na sua planta.

Rega e Substrato

Diferente de outras espécies da família Bromeliaceae, a Tillandsia recurvata não faz a captação de água pelas raízes e sim através de uma estrutura especializada em forma de escamas presente em grande número recobrindo toda a superfície da folha.

Além disso, a Tillandsia recurvata tem um mecanismo já conhecido em alguns tipos de suculentas que consiste no fechamento dos estômatos durante o dia e abertura durante a noite. Isso minimiza a evaporação e a perda de água. Os estômatos são a estrutura responsável pelas trocas gasosas da planta.

Sendo assim, ao contrário das outras plantas, o melhor momento para regar sua Tilandsia é durante o dia. A água parada que pode ficar entre as folhas é prejudicial para sua planta durante a noite.

As regas devem ser de acordo com o clima da sua cidade. Clima seco e quente exige mais quantidade de regas na semana, de 1 a 2 vezes. Clima quente, porém, com alto índice de umidade, demanda uma quantidade menos frequente de regas.

Depois das regas é importante virar de cabeça para baixo ou mesmo dar uma leve sacudida na sua planta para escorrer a água excedente.

Mas é bom saber que existem duas formas de regar sua Tilandsia. Regas por imersão ou usando regador. As dicas acima se referem ao regador.

Já no caso de usar a imersão, apenas coloque sua planta dentro de um recipiente cheio de água e deixe de 20 a 40 minutos. Isso será suficiente para hidratar sua planta por mais de uma semana. Em dias extremamente quentes, use o borrifador com água para suavizar o calor.

A Tillandsia recurvata não precisa de substrato. Ela pode ser cultivada dentro de um vidro ou em qualquer recipiente que servirá apenas como apoio.

Tanto é assim, que é bastante comum encontrar a Tillandsia recurvata em fios de iluminação pública no meio da cidade.

Adubo

As plantas que estão dentro de casa precisam ser adubadas. Qualquer fertilizante usado em bromélias e orquídeas será benéfico para sua Tilandsia. Siga as indicações da embalagem, lembrando que a Tilandsia é uma espécie pequena, por isso não exagere nas quantidades de adubo.

Enfim, essa é uma planta com aspecto delicado, porém muito forte e resistente, que se adapta facilmente em diversos ambientes internos. Com poucos cuidados ela é ideal para iniciantes e pessoas que não tem muito tempo para cuidar das plantas dentro de casa.

Veja Também:

Gostou das dicas sobre a Tilandsia recurvata? Compartilhe com aquela pessoa que você conhece e que também gosta de plantas aéreas. Em seguida, deixe suas estrelinhas abaixo.

Esta publicação Tillandsia Recurvata: Como Cultivar Dentro De Casa foi referenciada primeiro no blog Terragam.

Visited 13 times, 1 visit(s) today